Divulgação de Oportunidades aos Pesquisadores

23/01/2020 08:50

A FEESC divulga as seguintes oportunidades de financiamento aos pesquisadores:

Chamada de Propostas FAPESP ? MCTIC – CGI.BR para Centros de Pesquisas Aplicadas em Inteligência Artificial: http://fapesp.br/13896

FAPESC: http://www.fapesc.sc.gov.br/category/chamadas-abertas/

CNPQ: http://www.cnpq.br/web/guest/chamadas-publicas?p_p_id=resultadosportlet_WAR_resultadoscnpqportlet_INSTANCE_0ZaM&filtro=abertas/

FUNDAÇÃO CULTURAL BADESC: Edital de Exposições: http://fundacaoculturalbadesc.com/edital-2020/

Abertura dos Prédios no Horário de Verão

06/01/2020 08:30

1. Informamos que, conforme portaria normativa n° 325/2019/GR, o horário de verão da UFSC compreenderá o período de 23 de dezembro de 2019 a 31 de janeiro de 2020, e o expediente será das 07h30min às 13h30min.
2. Horários de abertura dos prédios do CCE durante o horário de verão da UFSC:
2.1. O bloco A ficará aberto das 7h00 às 13h30;
2.2 Das 13h30 às ].9h00 o acesso ao bloco A será realizado pelo bloco B, através da passarela do segundo andar;
2.3 0s blocos B e D ficarão abertos das 07h00 às 19h00
3. Solicitamos que as atividades acadêmicas extracurriculares ou eventuais, programadas para um período de abertura do CCE diferente do estipulado acima, sejam previamente informadas à Direção do CCE.

A Direção.

Conforme Ofício Circular n°43/2019/CCE

Seminário de Conscientização dos Transportes Marítimos e Mobilidade Urbana em Florianópolis em Dezembro

03/12/2019 14:25

“De acordo com a plataforma Técnica de Trabalho da Associação Catarinense de Engenheiros – ACE e com o apoio Inter-Institucional do Comitê Metropolitano para o Desenvolvimento da Grande Florianópolis – COMDES, Floripa Sustentável, Fortur e FloripAmanhã, estamos realizando este evento intitulado “Seminário de Conscientização dos Transportes Marítimos e Mobilidade Urbana: NÁUTICA FLORIPA 2019”.

​Preocupadas com a melhoria da mobilidade, a qualidade de vida, o desenvolvimento ambiental, social e econômico da Grande Florianópolis, entendem de que o assunto de mobilidade náutica deverá refletir diretamente no dia a dia das grandes cidades lindeiras ao mar, nos custos de transporte, na segurança e em outros itens relacionados a operação de uma área metropolitana.

Este evento se adequa ao movimento mundial da litoralização das atividades humanas, portanto, tem rebatimento em diversas cidades do país.

Muito tem se discutido a respeito da mobilidade, ou melhor, da falta dela nas grandes, e mesmo algumas cidades litorâneas, ou mesmo ribeirinhas de porte médio, como na região amazônica; neste último caso, a questão segurança dos transportes se mantém estagnada.  Entretanto ainda poucas soluções no meio técnico explicando como se endereçar a estes problemas, especialmente em Florianópolis, de modo que sejam embasadas em custos gerais da cidade, ou em benefícios, se corretamente enfocadas. Este evento pretende discutir especialmente o efeito do Desenho Urbano, o mais gravoso, ao ser feito desvinculado da consequência de suas decisões: a maioria dos Planos Diretores se abstraem a demografia dos custos das infraestruturas, e o nosso, pura e simplesmente, ignorou a nossa condição de ilha.

Este evento será focado na cidade de Florianópolis (SC) cidade polo da sua Região Metropolitana, uma das piores mobilidades do mundo, onde o marcante desequilíbrio entre moradia e ao trabalho, estudo, saúde (entre outras amenidades citadinas) agravado pela desconsideração do aquaviário, fazem com que estas condições venham se deteriorando pelas crescentes dificuldades ao seu acesso.  O evento pretende, portanto, que a desconsideração ao transporte marítimo prejudica a mobilidade, além de desequilibrar sensivelmente custos urbanos, e deixar de fomentar outras atividades que resultem em lucros sem comprometer o ambiente. Esta situação de pouco ou nenhum aproveitamento racional do potencial aquaviário cria condições de degradação ambiental, já que, na proposição do sistema de transporte marítimo é a preservação da qualidade do meio aquático.”

Texto: Divulgação do evento. Disponível no site do evento.

Nota de falecimento: professor José Ernesto de Vargas

29/11/2019 15:26

A Direção do CCE comunica, com pesar, o falecimento do Professor José Ernesto de Vargas, do Departamento de Língua e Literatura Vernáculas, na manhã de hoje, sexta-feira.  Ele estava internado no Hospital de Caridade há cerca de 30 dias, com diagnóstico de doença grave no fígado. O velório será realizado em uma das capelas do Cemitério do Itacorubi, a partir das 19 horas. O corpo será cremado amanhã pela manhã, dia 30 de novembro, no Cemitério jardim da Paz.


O Zé Ernesto, ou simplesmente Zé, era professor de Língua e Literatura Latina da UFSC desde 1993, onde também fez seu doutoramento com a tese “De Horácio a Drummond, o tempo dispara; de Drummond a Horácio, o tempo repara?”.  Nascido na região metropolitana de Porto Alegre, e licenciado em Letras pela UFRGS em 1992, tornou-se um manezinho ilhéu, morador do Bairro Campeche. Casado com D. Laura, não teve filhos biológicos. Torcedor colorado, tinha especial carinho pelos seus quatro cães labradores. Deixa saudades em seus colegas, amigos e familiares. Muito querido de todos, sempre pronto a colaborar, dedicava especial atenção a seus alunos de graduação, por quem foi diversas vezes homenageado em solenidades de formatura. Também foi subchefe do Departamento de LLV e Coordenador do Curso de Graduação em Letras. O Zé partiu para outra dimensão, mas aqui fica seu legado.

Texto escrito por: Professor Felício Wessling Margotti, ex diretor do CCE.

 

InterTrads On-line: novas tendências em tradução e interpretação

29/11/2019 12:56

O Núcleo de Pesquisa em Interpretação e Tradução de Línguas de Sinais (InterTrads) da UFSC, e o Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução (PGET), realizarão um ciclo de conferências on-line abordando as novas tendências em tradução e interpretação.

Com o apoio do Capes-Print-UFSC (Programa Institucional de Internacionalização), essa é uma das ações que contribuem para a interlocução entre os estudantes e professores brasileiros e estrangeiros estreitando relações de pesquisa, incentivando a construção de novos conhecimentos e criando possibilidades de novas parcerias e convênios interinstitucionais.

Esse ciclo contará com a participação de professores da Facultat de Traducció i d’Interpretació da Universitat Autònoma de Barcelona (UAB), Espanha, integrantes do Grupo PACTE (Procés d’Adquisició de la Competència Traductora i Avaluació) e está sob a coordenação geral do professor Carlos Henrique Rodrigues.

Programação:

2 de dezembro às 12h
La perspectiva de género en los estudios de traducción
Profa. Dra. Lupe Romero
Mediação: Profa. Dra. Silvana Aguiar dos Santos

3 de dezembro às 10h
La importancia de la competencia cultural en la traducción y la interpretación
Prof. Dr. Christian Ollala-Soler
Mediação: Profa. Dra. Neiva de Aquino Albres

9 de dezembro às 10h
La didáctica de la traducción. Evolución, enfoques y perspectivas
Profa. Dra. Amparo Hurtado Albir
Mediação: Prof. Me. José Ednilson Gomes de Souza Júnior

As conferências serão em Espanhol com interpretação simultânea para Libras.

Intérpretes de Libras-Espanhol: Hanna Beer (PPGL-UFSC), Jefferson Bruno (PGET-UFSC), José Ednilson Souza Junior (DLSB, InterTrads-UFSC) e Venicius Cassiano (PPGE-UFSC).

As inscrições podem ser feitas em:
http://inscricoes.ufsc.br/intertradsonline

Para receber o certificado, é importante a participação em todas as conferências on-line, acessando a sala com o nome completo.

Link para assistir a conferência on-line:
https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/intertrads

Página do InterTrads:
https://intertrads.paginas.ufsc.br

 

Fonte: Núcleo de Pesquisa em Interpretação e Tradução de Línguas de Sinais 

 

Departamento de Jornalismo abre concurso para 1 vaga de professor da carreira do magistério superior

29/11/2019 09:06

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) torna público o concurso público regido pelo Edital nº 121/2019/DDP, que visa o provimento de 36 (trinta e seis) vagas para o cargo de Professor da carreira do Magistério Superior. As vagas contemplarão os vários Campi da UFSC.

O Departamento de Jornalismo tem 1 vaga aberta sendo esta, preferencialmente, reservada para candidatos com deficiência conforme prevê a seção 4 do Edital. O campo de conhecimento é Videojornalismo e Telejornalismo.

As inscrições ocorrerão no período de 22/11/2019 à 06/01/2020.

Conteúdo programático das provas:

Campo de Conhecimento: Videojornalismo e Telejornalismo: 1. Características contemporâneas da linguagem de produção de telejornalismo e videojornalismo; 2. Elemento da Imagem como linguagem no vídeo e telejornalismo: características, possibilidades e limitações; 3. Produção em telejornalismo: planejamento, pauta, apuração e reportagem, nos seus variados tipos e formas de realização; 4. Produção em videojornalismo e telejornalismo: composição do texto jornalístico, roteirização, edição e pós-produção; 5. Programação de produtos telejornalísticos: linhas editoriais; grades e demais formatos de programação; gestão e coordenação de telejornalismo; 6. Documentários jornalísticos: da pré-produção à pós-produção; 7. Videojornalismo e telejornalismo: plataformas e suportes contemporâneos; modelos e formatos de programação e programas. Da TV aberta ao streaming; 8. Reportagem telejornalística: conceitos, modelos, gêneros e formatos na contemporaneidade; 9. As políticas públicas e a legislação do videojornalismo e telejornalismo. Tecnologias e regulação dos cenários contemporâneos; 10. Telejornalismo no Brasil e no mundo: história, panorama contemporâneo e tendências.

É indispensável a leitura do edital completo disponível em Edital nº 121/2019/DDP .

Mais informações estão disponíveis na página do concurso em http://121ddp2019.concursos.ufsc.br/

 

Fonte: Jornalismo UFSC